Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Os jovens têm algo a provar?

Primeiro dia de Setembro, o mês do regresso ao trabalho, o mês do regresso às aulas, o mês do início de uma nova etapa para muitos jovens que saem das faculdades: o meu primeiro emprego.

Actualmente, o primeiro emprego é mais um primeiro estágio, uma primeira experiência profissional. Para quem nunca trabalhou na vida, ter 20 e poucos anos e enfrentar grandes coroporações, pequenas e médias empresas, fábricas, agências, lojas e outras entidades pode ser um quebra cabeças.

Como vou para a entrevista? Como me devo vestir? O que devo dizer? Devo sair a horas ou mais cedo? Tenho de saber tudo? Tenho de ser mais inteligente do que os outros? Tenho de levar fato? Posso usar calças de ganga à sexta-feira? Devo ser amigo dos meus colegas? Vou almoçar fora com eles?

Todas estas questões deixam um jovem em pânico. Nicolas Cole tem 26 anos e saiu de uma faculdade dos Estados Unidos há 3 anos. Quando saiu, não estava preparado e sentia que não tinha direcção. Contudo, três anos no mercado de trabalho ensinaram-lhe uma importante lição que ele sente que a faculdade e os professores lhe deviam ter ensinado.

 

O maior erro que eu vejo pessoas da minha idade cometer é pensarem que têm de provar algo. Ninguém nos diz isto na faculdade ou na escola. Nós somos ensinados que devemos provar que somos bons ou então ninguém nos quer. E este pensamento é falso. Sabes o que é que os líderes, as empresas e as grandes equipas querem? Eles querem pessoas que não têm de provar nada, que são curiosas e que só querem aprender e crescer. Eles querem pessoas menos focadas no conhecimento e mais focadas em realizar um bom trabalho.

 

 

Na escola somos ensinados a ser os melhores alunos, a tirar boas notas, a mostrar que sabemos factos e ideias. Na escola do mundo do trabalho, devemos ser ensinados a trabalharmos bem, a colaborarmos em equipa, a cumprirmos os nossos objectivos. Já como defendia Darwin, o melhor não é aquele que sabe mais, mas aquele que melhor se adapta aos tempos. Assim, os melhores profissionais não são aqueles que tiraram melhores notas mas aqueles que têm a capacidade de encontrar a solução para os seus problemas.

Por isso mais que saber saber, devemos saber fazer. Vamos voltar ao trabalho a querer SABER como FAZER as coisas?

Bom Setembro a começar no Erre!