Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

O meu Instagram de fotografia

Lembro-me de perfeitamente há uns anos, nas aulas de Fotojornalismo, dizer que não percebia nada de fotografia. 

Eu até gostava de tirar fotografias e o meu gosto por esta arte pode-se considerar genético, pois tenhos prateleiras e gavetas cheias de álbuns de fotografias, de viagens de férias, de momentos de rotina completamente banais.

Ainda assim, dizia que não sabia fotografar, que não precisava de comprar uma máquina profissional, que não gostava de fotografia.

 

Com o passar dos anos, continuava a manter a mesma opinião, mas com uma pequena alteração: eu já gostava de tirar fotografias mas só com o telemóvel. Com os novos telemóveis e as redes sociais, é tão fácil e prático tirar fotografias à comida (mania parva, eu sei), aos amigos, à rua, ao rio, às festas, aos locais, ao tempo, a tudo. Comecei a gostar de captar momentos, para os poder guardar, não num álbum como antigamente, mas se calhar num álbum mais personalizado, mais meu, ou para poder partilhar com outras pessoas.

Até que no início deste ano de 2016, comecei a ver que muitas fotografias que tirava não iam parar ao Instagram. Eram fotos de que gostava, de vários sítios onde ia, mas que não sentia que deveria estar sempre a postar a mesma coisa ou o mesmo local, independemente de ter captado um detalhe que achasse interessante publicar.

 

Assim, decidi criar o ON THE WAVE, um Instagram público e pessoal com os meus "registos fotográficos". Estes registos são mais para mim do que para outras pessoas. O espaço não foi criado para mostrar alguma coisa, que tiro boas fotos. É apenas uma maneira que tenho de partilhar as fotos que vou tirando e também para mostrar um pouco de Portugal ao mundo - vejo imensos Instagram profissionais de fotografia e pouquíssimos mostram o nosso país que se deve dar a conhecer.

 

A fotografia não me é aquela paixão assoladora mas é algo que gosto de fazer. E ela é útil nem que seja para me levar da pessoa que eu-não-gosto-de-tirar-fotos para a pessoa talvez-compre-uma-máquina-melhor-porque-isto-até-é-giro.

 

Se tiverem interesse, visitem-no aqui e já agora, para quem também tira umas fotografias, partilhem nos comentários, quero conhecer o vosso trabalho :)