Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Mais um feriado?

Os portugueses devem ter acordado mais bem dispostos esta segunda-feira: a semana de trabalho tem apenas quatro dias e sexta-feira é livre. É que não há melhores notícias que um fim-de-semana prolongado por causa do feriado da Páscoa, certo?

 

Quanto a este feriado, não posso dizer grande coisa, pois nem a semana passada me lembrava que ia ter a sexta-feira livre. Só na segunda-feira é que, em conversa, percebi que a semana iria ser mais "pequena". A semana passada estava a trabalhar e nem me lembrei que na semana seguinte seria a Páscoa. E quando me apercebi que ia ter apenas quatro dias de semana de trabalho, não fiz a festa. A minha reacção foi mínima, até.

 

Porquê? Porque não fiquei alegre por ter mais um dia de folga? Porque não fiquei contente por ter mais 24 horas em que posso organizar o meu tempo e dedicar-me a fazer coisas de que gosto? Porque não comecei a fazer logo grandes planos do que poderia desenvolver?

 

Porque um dia é mais um dia. Um dia continua a ter 24 horas e fico bastante contente por ter quase todas essas horas para aproveitar e fazer algo de que gosto. Contudo, não é um dia livre que vai mudar a minha vida. Não são 24 horas a mais que vão poder mudar a minha vida por completo.

Aquilo que vejo de cada vez que há um feriado é uma sensação de alívio das pessoas, o que me mostra o quão descontentes as pessoas estão com a sua vida. Qualquer minuto de silêncio e fora do trabalho é encarado como uma salvação. Será que estamos assim tão desesperados por tempo livre? Porque levamos a nossa vida desta forma? Não deveríamos levar a nossa vida desta forma. Não deveríamos viver para dois dias. Se pulamos de alegria cada vez que temos um dia livre, algo está errado. 

Porquê?

Porque não estamos a aproveitar o que temos. Não estamos a dar valor ao que temos na nossa vida. O ser humano é um animal profundamente infeliz, que procura sempre mais e melhor e penso que todos nós somos um pouco assim.  Queremos uma melhor casa, um melhor emprego, um melhor salário, melhores condições para a família. Mas mesmo que não tenhamos a vida ideal, devemos sempre olhar para aquilo que já temos e que é bom. Se dermos sempre valor aos nossos amigos e família, ter um dia a mais da semana pode ser fantástico para passar o dia com eles e essa é uma alegria imensa - mas para quem já dá valor àquilo que tem, esse dia livre é só mais um dia. 

A vida é feita de experiências e todos os minutos o mundo comunica connosco, enviando-nos mensagens e oportunidades. Aqueles que têm uma vida feliz são aqueles que estão despertos a esses sinais e por isso todos os momentos são para se aproveitar, quer seja uma segunda-feira de manhã ou uma quinta-feira à tarde.

 

Assim, deixo aqui uma última mensagem: aproveitem o dia de amanhã, não porque é feriado mas porque é mais um dia para se viver.

2 comentários

Comentar post