Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Há profissões proibidas para as mulheres?

As mulheres estão definitivamente no mercado de trabalho há mais de 100 anos. Na altura da Primeira Guerra Mundial, os homens foram combater nas trincheiras e as mulheres começaram a ocupar os seus cargos e a ganhar mais relevo no mercado de trabalho.

Actualmente, já não me passa pela cabeça que as mulheres estejam impedidas de fazer o que seja, e por isso, choca-me quando vejo em alguns países em desenvolvimento proibirem raparigas de ir à escola, pois na minha realidade, uma mulher é capaz de fazer tudo aquilo que ela desejar e não há nenhuma profissão que lhe esteja vedada, por mais "masculinizada" possa parecer.

 

Contudo, o E-Konomista alertou-me para o facto de em alguns países ser MESMO PROIBIDO a mulheres terem determinadas profissões.

Por exemplo, em França, uma mulher não pode carregar pesos acima dos 25kg e no Dubai as mulheres não podem servir às mesas devido ao assédio que recebem dos clientes.

A lista ainda refere muitas profissões vedadas às mulheres muito por questões culturais, que defendem que uma senhora não pode ter certo tipo de funções pois é imoral.

De facto, posso entender um pouco de questões culturais mas elas não podem ultrapassar os direitos humanos - e a mulher como um ser humano e um ser social dotado de todas as capacidades cognitivas que a espécie humana tem, não devem ser impedidas de nada. Muito menos de poderem trabalhar onde quiserem e como quiserem. 

A evolução da sociedade é feita aos poucos e no último milénio temos visto uma evolução a ocorrer quase à velocidade da luz. E por isso só posso esperar que estes "assuntos culturais" se resolvam, para que as raparigas possam ir à escola, para que as mulheres cheguem a mais lugares de topo, para que realmente tenhamos uma sociedade mais igualitária - porque todos ficamos a ganhar quando o ser humano sonha e realmente luta pelos seus objectivos, independentemente do género.

6 comentários

Comentar post