Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Felicidade no trabalho - o que é preciso?

A felicidade é o objectivo último: com dinheiro, amigos, família, casas, carros, comida, o que realmente se quer é ser feliz. E a felicidade passa pela nossa realização pessoal, com as relações que temos com as pessoas de que gostamos - estar mal com um amigo ou com um familiar causa-nos algum desconforto - e a nossa realização profissional, com todos os aspectos que um trabalho, ou a falta dele, comportam.

 

Para termos o trabalho ideal, o que valorizamos? Bons salários? Um plano de saúde? Um carro? Flexibilidade de horários? Máquina de café? Bom ambiente com os colegas?

Raj Raghunathan é um especialista em marketing e felicidade na Universidade de Austin, Texas, Estados Unidos. Ao perguntarem-lhe como é que se pode motivar os empregados a melhorarem o seu desempenho profissional, o professor foi claro na sua resposta ao Quartz.

 

Para motivarmos profissionais a fazerem melhor, temos de pensar no que precisamos como seres humanos. E precisamos de duas coisas: a sensação de que estamos a crescer e a atitude de abundância.

 

Segundo Raghunathan, as pessoas precisam de sentir que estão a crescer e a aprender coisas novas, quer seja em masterizar as suas competências chave, a integrar-se na cultura e ambiente da empresa ou a ganhar mais independência na realização das suas tarefas diárias. Quanto à atitude de abundância, o professor aconselha as empresas a procurarem motivarem os seus colaboradores a querer mais, fazer mais, para crescerem mais profissionalmente.

 

Assim, um emprego ideal seria um trabalho em que sentimos que estamos a crescer e a tornarmo-nos profissionais, um trabalho em que trabalhamos em equipa e sentimos que pertencemos lá, um trabalho que nos dê objectivos muitos específicos a atingir mas que nos dê a liberdade de percorrermos esse caminho como queremos.

 

A mim, parece-me uma boa definição do emprego ideal. Para saber se está bem no seu emprego ou não, recorde este post no Erre sobre a felicidade nas empresas.