Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

A vida é um plano com improvisos

Quando nos iniciamos na vida empreendedora, muitos nos dizem que não basta ter uma boa ideia: é necessário ter um plano de negócio.

Um plano de negócio, um plano de objectivos, uma organização de etapas, o que quer que seja, é um conjunto de acções que devemos tomar de forma sequencial que nos levam ao sucesso. Se eu fizer isto, e depois isto, que vai dar isto, e esperar por isto para depois fazer isto, então eu vou chegar àquela fase e ter sucesso.

E estes planos não começaram só na vida empreendedora, pois já sabemos desde os tempos de escola que precisamos de organizar os nossos trabalhos de casa, os nossos estudos, os nossos testes e que se fizermos todas essas tarefas, vamos ter boas notas e passar o ano.

 

E por isso escrevemos o nosso plano o mais detalhado possível, para sabermos todos os passinhos a tomar, para que não nos escape nenhum pormenor, entando preparados para o melhor e para o pior.

 

Mas a vida não é um negócio - ou melhor, a vida não pode ser planeada como um negócio.

 

Podemos ter um plano mas há muitos imprevistos que vão acontecendo. Um fornecedor que afinal não paga, um cliente que não paga a tempo para cobrirmos uma encomenda, um colaborador fulcral que abandona a empresa, as despesas fixas que aumentam num mês particularmente menos bom, um grande projecto que foi elaborado mas que não vai para a frente. Todos nós queremos planear a nossa vida de acordo com os nossos desejos mas nem sempre temos aquilo que queremos.

 

A vida está não é um caminho planeado, mas sim um caminho desenhado à medida que vamos caminhando. Temos um plano e um objectivo claros, mas vamos improvisando ao longo do tempo. Adaptamo-nos às circunstâncias, desviamo-nos dos obstáculos previstos e não previstos, arranjamos soluções para problemas que nem pensamos que poderam existir.

 

Sabemos para onde vamos e qual é o objectivo - e o caminho? Esse...bem, esse vamos percorrendo.