Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

A sua empresa é das mais felizes?

O índice de felicidade no trabalho nem sempre é valorizado nas empresas, mas o projecto Happiness Works quer mudar isso e, por isso, voltou a publicar o ranking das 10 empresas mais felizes de Portugal.

 

É assim que começa um artigo publica pelo Jornal de Negócios, que escreveu sobre o TOP10 das empresas em Portugal onde os colaboradores se sentem mais felizes.

Quando o tema é a felicidade, não dá para ter uma definição única, pois o que é felicidade para uns pode não ser felicidade para outros. Afinal, o que é ser feliz no trabalho?

 

Foi ao ler este artigo que me pus a pensar sobre a minha situação e se era feliz no meu trabalho. E para se ser feliz temos de considerar várias variáveis que podem ter mais ou menos importância, considerando os valores de cada um:

- Sinto-me valorizado?

- O meu trabalho é importante para a empresa?

- O ambiente com outros colegas é um factor positivo?

- Estou a crescer no cargo que estou a desempenhar?

- Tenho oportunidades para crescer?

- É-me dada a confiança e liberdade necessárias para desempenhar o meu cargo?

- Sou independente?

- Tenho regalias monetárias que valorizo?

- Tenho estabilidade financeira?

- Sou pago de acordo com o valor acrescentado que trago à empresa?

- Consigo ter um bom equilíbrio entre vida pessoal e vida profissional?

 

Ao comparar várias variáveis, cheguei à conclusão de que estou satisfeita com a minha situação profissional, mesmo que esteja em início de carreira. Contudo, admito que há certos aspectos que gostaria de melhorar no meu trabalho e também na empresa onde estou. Alguns podem ser melhorados através da minha intervenção directa, outros talvez não, mas sinto que estou numa boa situação profissional, com perspectivas de melhorar.

 

Agora, devolvo a pergunta para vocês: olhando para estas questões como avaliam a vossa situação profissional? O que valorizam para a vossa felicidade profissional? O que é que têm e o que não têm mas queriam ter? O que pode ser melhorado? O que podem fazer para melhorar isso?

 

Com o Verão aí à porta, este é um excelente exercício para se fazer nas férias - ou seja, é uma excelente oportunidade para fazermos um ponto de situação à nossa vida profissional e perceber o que necessitamos de fazer para alcançar o sucesso.