Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

O que é a Páscoa?

Esta semana que passou foi a celebração da Páscoa, uma tradição religiosa cristã e católica celebrada todos os anos em Portugal.

Sobre o significado da Páscoa, ouvi na RFM no sábado de manhã uma conversa que a locutora Carla Rocha estava a ter com um padre. Ele explicava que a Páscoa é o símbolo de passagem: para judeus, é a passagem da escravidão para a caminhada para a terra prometida e para os cristãos era a passagem de Jesus Cristo morto para a reussureição.

Mas o discurso que ele teve a seguir foi muito mais interessante. Ele disse algo do género:

Páscoa significa passagem e é exactamente isso que devemos fazer na nossa vida. A vida é feita de passagens e a Páscoa serve para reflectirmos a nossa passagem. A nossa rotina cheia de hábitos feitos de fomra repetitiva deixa-nos pequenos, impede-nos de crescer e de sermos maiores. Óbvio que devemos cultivar bons hábitos mas devemos estar em constante passagem de bom para melhor, de menos para mais. Devemos sempre estar a passar por várias fases da nossa vida, para que onde não haja respeito, haja respeito, onde não haja amor, haja amor, onde não haja perdão, haja compaixão.

 

Para quem é religioso, esta é uma mensagem bastante adequada mas para aqueles que acham que é só mais uma mensagem "lá da igreja e dos padres corruptos", deixo a sugestão de lerem melhor a ideia que está por detrás deste pensamento.

A vida não é uma estrada recta e limpa em alcatrão polido. A vida é uma estrada de terra batida, cheia de curvas e contra curvas, altos e baixos, buracos mais ou menos profundos. E nós temos de contornar essas pedras, subir as lombas e descer os buracos sem cairmos, sem nos deixarmos estar, sem parar de querer chegar ao fim do caminho.

O que se quer dizer com a Páscoa/passagem é que as pessoas devem estar constantemente em movimento, em mudança, para que conheçam mais a vida, as pessoas, os lugares que este mundo nos disponibiliza. Ter uma casa, uma família, um lugar e uma rotina deixa-nos seguros e confortáveis e isso é bom para termos uma boa base de valores mas há que procurar mais, há que ter mais, há que querer mais.

 

Assim, depois de terem passado a Páscoa em família ou com amigos, depois de terem comido as amêndoas e os folares, depois de terem aproveitado a sexta-feira feriado, pensem qual será a vossa próxima passagem, a próxima mudança para chegarem mais longe na vossa vida. Pequena ou grande, desde que haja mudança, desde que haja movimento, haverá crescimento - e isso é que é ter uma vida.