Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Erre Grande

Diário motivacional de quem sabe o que quer: viver, aprender e crescer profissional e pessoalmente.

Como os millenials são bem sucedidos

Millenials, os jovens de hoje em dia, a geração que tudo tem e não dá valor a nada, a geração dos licenciados sem trabalho, a geração dos Facebooks, dos estágios não remunerados...já se diz tanta coisa sobre esta geração (que por acaso é a minha), e a maioria das vezes não é para falar bem. Dizem que são os impacientes, os narcisistas, os mimados que têm tudo.

 

Contudo, os milionários mais jovens estão a mudar o mundo: desde o Facebook, a Tesla, a Uber, estas inovadoras empresas estão a marcar a contemporaniedade e a mostrar que os jovens trabalham e também chegam longe.

 

A Success Magazine, uma revista dedicada a contar histórias de pessoas, negócios de sucesso e de empreendedorismo, analisou alguns casos de sucesso e decidiu criar uma lista de 6 hábitos que os jovens empresários têm e que os levou ao topo.

A partir deste artigo, descobrimos:

 

1. Os Millenials sabem o quão importante é dormir. Para alguns, faz parte do trabalho. Porque apenas com descanso real é possível ter energia para criar e empreender grandes ideias. As maratonas de trabalhar à noite e a ingestão compulsiva de café podem fazer parte desta geração, mas ao contrário dos pais, eles sabem quando parar e vão directos para a cama recarregar baterias, para que umas horas mais tarde estejam frescos e cheios de criatividade e motivação para trabalhar nos seus projectos.

 

2. Os Millenials sabem como usar as redes sociais, pois a grande maioria foram eles que as criaram. Todas as aplicações móveis, websites e plataformas online ou foram criadas por Millenials ou estão a ser desenvolvidas por eles. Estarem na vanguarda da revolução tecnológica permite-lhes identificar necessidades no mercado e criar produtos ou serviços para as pessoas, um primeiro passo para a construção de um negócio sustentável.

 

3. Os Millenials valorizam mais o conhecimento do que o dinheiro. São jovens criativos e extremamente independentes pelo que a sua relação com a escola é diferente que a dos pais tiveram. Com a crise dos licenciados desempregados, percebe-se que a maioria do jovens queira um trabalho que lhes dê formação e lhes permita dar asas à sua criatividade do que ter um chorodo cheque no bolso. Valorizam mais a experiência do que a conta bancária, por se sentiram mais realizados com o conhecimento.

 

4. Os Millenials são orientados para os objectivos e gostam de ter a liberdade de fazer uma lista de tarefas diárias. Num era em que existe informação a mais, os Millenials conseguem filtrar aquilo que interessa, valorizando informação relevante, experiências práticas, networking - e tudo isso deve ser feito diaria e constantemente, como forma de crescimento.

 

5. Os Millenials são especialistas no multitasking. Não só percebem as suas vantagens como fazem-no de forma eficiente, não deixando que se sintam vítimas do mesmo. O facto de terem sido expostos à internet e à tecnologia desde crianças faz com que se tornem totalmente adaptáveis a novas aparelhos e softwares. Armazenam a informação de forma rápida e podem "trocar o chip" sempre que quiserem.

 

6. Os Millenials previligiam a flexibilidade, para poderem trabalhar nas suas horas mais produtivas. O trabalho rotineiro das 9h às 5 não lhes fica bem, pois uns funcionam melhor à noite e outros de dia, pelo que forçar todos os jovens a trabalhar com o mesmo horário não desenvolve o seu potencial máximo. Se lhe derem flexibilidade, estão mais motivados e focados no trabalho, pelo que os resultados serão ainda melhores.

 

 

Muitas outras qualidades terão os Millenials e certamente, como qualquer outra geração, têm os seus valores e pontos fracos. Devemos, no entanto, reconhecer a sua maior capacidade: a de aprender com as gerações anteriores e adoptar os melhores hábitos e não seguir os piores.